Setor Comercial Sul, Quadra 06, Bloco A, Lote 206, Ed. Newton Rossi, 3º. andar, Parte G, Brasília – DF, CEP 70.306-911

O avanço do empreendedorismo feminino.

sindesei padrão(1)

O presidente da Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, reuniu-se nesta quinta-feira (5) pela segunda vez com a Câmara de Mulheres Empreendedoras da Federação. Desta vez, o encontro foi com conselheiras sindicais. Na pauta estiveram temas como cursos voltados para o aperfeiçoamento dos comerciários e revisões legislativas, entre outros.

Freire apresentou o novo modelo de gestão da Fecomércio e falou sobre o fortalecimento da comunicação com todo o empresariado, além dos desafios do pós-pandemia, do apoio às empreendedoras e da importância da participação feminina no setor produtivo. “Entrei com o propósito de modernizar a Federação. Faremos algo totalmente diferente com a ajuda de todas vocês”, disse o presidente.

A presidente da Câmara, Bia Guimarães, destacou o plano de trabalho e as principais estratégias para o fortalecimento do empreendedorismo feminino no Distrito Federal. Segundo ela, em novembro a Câmara deverá apresentar um relatório com números do setor, com foco na atividade das mulheres.

Representante do Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção (Sindmac), Siomara de Oliveira ressaltou que as demandas femininas realmente se diferem das dos homens quando o assunto são negócios.

Sobre a nova gestão, Siomara se disse confiante na proposta de parceria. “Geralmente estamos mais preocupadas com questões de bem-estar dos funcionários, atendimento, capacitação, enquanto os empresários dão mais foco aos assuntos tributários e legais do comércio”, disse a empresária.

Ao todo, a Câmara das Mulheres da Fecomércio-DF conta com 70 integrantes. Entre suas prioridades estão melhoria no ambiente de negócio, abertura de novos empreendimentos, qualificação e compartilhamento de casos de sucesso. Os principais temas do grupo são inovação, faturamento e diversificação nas áreas de atuação, entre outros.

Foto: Canva           Fonte: Fecomércio / CNC

Posts Relacionados

Deixe seu comentário